janeiro 04, 2007

Dinhas deixa o balcão da PM

É para mim, a primeira grande notícia de 2007:
Depois de 4 anos a ser o rosto da Loja PM, Nuno Santos aka Dinhas muda-se para o balcão da Loja Estratego na Artilharia 1.

Mais uma injecção de competência e credibilidade na “equipa” Estratego.


Bem-vindo sejas parceiro e a melhor das sortes deste lado da “barricada”.
Muito contente fico eu porque quero sempre os melhores do meu lado.
Fica a APPA que desta forma volta a puder contar com as tuas prestações nos Underground.
E muito em breve ficarão todos os nossos utilizadores, pela qualidade dos teus serviços.

Das longas palavras que tive o prazer de trocar com o Dinhas ficou-me a enorme gratidão e reconhecimento pelo trabalho do Luis Cunha, o apreço comovido do Tutty, e o facto de dentro em pouco termos mais um jogador para a equipa dos Pais de Família.

Entrevista de fundo marcada para quando tudo isto for oficial.

16 fps

10 comentários:

Anónimo disse...

Dá que pensar esta saída da PM para a Estratego. Um dos homens fortes da PM sair para a concorrência...

À partida a estratego fica com mais um empregado muito competente.
Sempre que se fala no Dinhas lembro-me da minha primeira ida à PM, quando comprei o meu primeiro marcador, e me ter perguntado o nome. Desde então nunca mais o esqueceu e fez questão de sempre que me via tratar-me pelo nome (poucos são os empregrados que se podem gabar desta cordialidade)... e ainda hoje é dos poucos que sabe o meu verdadeiro nome ;)

Espero que seja uma aposta de futuro para ambos.


Por outro lado, e afastando este assunto do Dinhas, toda esta "conquista" numa tentativa de monopolizar o mercado de paintball em Portugal [primeiro as equipas, depois os empregados competentes (Clemente, Jonas, Dinhas, fora os restantes como o Blade, Fino, Viagra, Wolf)] pode acabar por vir a ser prejudicial para os jogadores. Esperemos que o PCO não veja apenas os €€€€ à frente no nariz e comece a apostar em equipas Tugas oferecendo grandes condições para Millenniums e quem sabe outros grande voos.

Parabéns Dinhas,
Krusty ;)

Anónimo disse...

Parabens Nuno
Tudo de bom para ti

Um abraço

Fil

Anónimo disse...

Parabens grande Dinhas

Espero que corra tudo bem e boa sorte para o futuro.

Hugo Bifes

Anónimo disse...

Grande Rui :)...parabéns e boa sorte..

Abraço
JP

Ras al ghul (NS) disse...

O Krusty levantou aqui um grande problema que também me assola o espírito.
Este ano, não há dúvida que a concorrência nos bebeficiou.
Mas se a PM for abaixo, com a consequente dominuição da concorrência, como será o mercado daqui a um ano ?
A vitalidade do Open e da Estratego faz-me feliz, mas levanta também algumas inquietações.

É o mote que deixo aqui ao André, cada vez mais o guru do PB escrito.

Pega lá no assunto, que é delicado, mas fá-lo sem pinças.

Abraço

Anónimo disse...

É com enorme tristeza que soube desta noticia q só hoje me apareceu á frente dos meus olhos. Claro q quero q tu, Dinhas, sejas feliz e tudo de bom para ti e para os teus, mas fico triste em saber estas coisas, pk em Portugal, em vez de se fazer as coisas para andarem para a frente e crescerem, como fazer-se uma liga competente e profissional de paintball pela Estratego e pela PM, juntando forças para sermos cada vez mais conhecidos neste mundo, é precisamente ao contrário, pessoas q só sabem falar de dinheiro e lixar o próximo, havendo picardias constantemente e fazendo q só uma coisa cresça, o mostrar q eu é q sou bom e vou tentar tramar ainda mais quem quer q seja q se oponha. Isto é triste mas é a verdade. Amigo Dinhas, boa sorte e q nos encontremos em breve para um cafézito e pôr a conversa em dia como costumáva-mos fazer. Hasta

Deste teu amigo
Nazgul, SquadOps

Anónimo disse...

Amigo Nazgul, a perfeição e a boa convivência eram possíveis se as empresas tivessem todas o mesmo grau de eficiência e de gestão competente, mas na realidade não é bem assim pois o profissionalismo que impera em algumas é igualado pelo amadorismo de outras. Assim sendo torna-se complicado trabalhar em conjunto quando os métodos e princípios são tão dispares e acredita que eu sei...
No entanto não será o Dinhas que carregará o peso nos ombros por tal não acontecer, a saída dele reforça ainda mais a ideia de que a Ponto De Mira está às Portas Da Morte, pois cada vez mais se exige de uma empresa de paintball que esta assuma uma postura profissional semelhante a todas as outras, e isso é muito complicado nessa empresa em que a legalidade de alguns processos internos sofre de uma falta de transparência grave comprometendo o futuro dos colaboradores.

Muitos Parabéns Dinhas pois onde estavas não eras mais do que pérolas para porcos.

Jonas

Planeta Redondo disse...

OFF TOPIC

Boas Anonimo

Eu compreendo aqueles que não conseguem viver em comunidade, aqueles que não sabem perder, e aqueles que COBARDEMENTE se escondem por de trás do anonimato para dizer isto ou aquilo desta ou daquela pessoa.

Neste Blog podes faze-lo desde que cries qualquer tipo de assinatura, por isso continua a afundar-te na tua ira mas AQUI afundas-te dentro das minhas regras.

CRIA UMA ASSINATURA, nem que seja: Aquele que se devia dedicar à Pesca, ou, Aquele que odeia pretos, ou, whatever...

Ao contrario de ti, eu não tenho muito tempo livre para andar a apagar post não assinados, e não pretendo voltar a restringir as postagens do Blog por causa de pessoas MAL EDUCADAS, por isso atina ou VAI PREGAR PARA A TUA FREGUESIA, porque tenho 200 visitas diárias que encontram alguma utilidade neste Blog, não é por por causa de UMA pessoa que devo mudar esta politica.

Um grande abraço e a melhor das sortes para ti

P.S.- Desculpa ter postado a seguir a ti Jonas, o que pode conduzir os mais distraidos a má interpretações.
Este Comentario é exclusivamente para o(s) Anonimo(s)

Blade disse...

Boas,

Acho que é triste ver a PM chegar a este ponto. Apesar de há muito ter deixado te ser cliente foi com eles que conheci muito do Paintball.
Infelizmente as últimas recordações que tenho não são boas porque na primeira equipa de competição de que fiz parte tive um contrato com a PM que não foi cumprido, pelo que fiquei bastante desgostado com as pessoas que até altura tinha em grande consideração. Foi uma lição que apreendi e que muitos mais tem vindo a descobrir da pior maneira.

Nos anos seguintes que joguei Paintball "trabalhei" com o Belzebu do Paintball Português aka PCO e ao contrario da imagem que passa descobri que com ela impera a negociação e não a vingança.
Muitas das pessoas não entendem essa faceta mas é esta que diferencia estas duas empresas.

Num lado se a tua equipa assina um contrato com a empresa concorrente passas a ser um traidor e persona non grata, na outra passas a ser um cliente perdido e que para o ano vão fazer tudo para recuperar.

Fico feliz porque agora vejo o Jonas e o Dinhas mais vezes assim como gostaria de ter visto o Bicas quando este ainda trabalhava no paintball.

Para aqueles que estão preocupados com o monopolio do mercado Português não se podem esquecer que as pessoas que estão a referenciar tem um extremo gosto pelo Paintball e que como já demostraram estão a trabalhar para dar mais qualidade e melhores condições a todos que como eles adoram este desporto (ou vicio). Ao contrário do que possam pensar uma empresa não é só a imagem de quem a lidera mas também de quem todos os dias dá o seu melhor.

Um grande abraço e as maiores felicidades para o amigo Dinhas que nunca me virou a cara independentemente de jogar ou não com a bola da empresa em que trabalhava.

Paulo Carrilho

Anónimo disse...

Visto que o meu comentário tem conteúdos fortes os quais envolvem empresas e respectivas interrelações, quero deixar bem claro que o que escrevi reflete somente a minha opinião, como sempre não represento equipas ou empresas.

Abraço

Jonas