maio 09, 2006

LPP 4 by Jaime Menino


48 equipas presentes num torneio de Paintball é um numero bem demonstrativo da afirmação do NOSSO desporto.
Apenas os Millenniuns conseguiram alguma vez juntar um maior número de equipas em Portugal.

Mais do que de parabéns, o Paintball e a LPP estão em franco crescimento.

Passo a palavra a Jaime Menino, um dos principais rostos á frente do Paintball Português:

A prova foi bastante razoável para os padrões já normais do paintball nacional.

Continuo a achar uma pena a maior parte das equipas e jogadores nunca terem lido as regras uma vez e a e as tentativas de deixar passar o "crime impune" pela falta de conhecimento das regras.
Era engraçado ver a maior parte destes jogadores, especialmente os que jogam no formato de 5 man, serem de repente confrontados com uma prova do Millennium Series e as mais severas regras e decisões, mas como provavelmente muitos não tem estofo ou dedicação, e não perdem tempo a ler regras uma vez num ano, também certamente nunca vão passar por voos mais altos que a L.P.P..

Os Campos foram desenhados por mentes distorcidas que não sabem o que é paintball, tal ficou provado em mudanças dos campos no sábado à tarde quando dois obstáculos foram recolocados de modo a ficarem simétricos e uma das pessoas que montou os campos afirmaou, e cito "agora é preciso mudar os obstáculos todos para o campo ficar simétrico" (simetria não só entre lados, mas também simetria lateral).

De resto, em 2/3 anos finalmente apareceu uma proposta e um local no norte com condições, depois da única proposta que nos foi apresentada e concretizada foi a de Fafe na primeira temporada da L.P.P. onde a maioria das equipas nortenhas nem se dignou a aparecer para assistir.
Isto fica para resposta a comentários de garganta bairristas.
Querem que a L.P.P. volte!? Basta para isso arranjar locais e propostas concretas.

Por fim, de futuro terá de ser necessário implementar mais algumas regras, isso cada vez fica mais claro quando algumas pessoas aparecem a jogar com marcadores ilegais supostamente por desconhecimento. Quantas não andarão lá com marcadores ilegais com conhecimento é o que me preocupa.
Talvez aumentar o castigo para o marcador ilegal, para a equipa, e diminuir a pena para o jogador (parece que é um ponto que muitos jogadores pretendem apoiar), além do jogo perdido uma pontuação negativa (tipo NPPL)?

Acho que foi uma das L.P.P.'s com sanções mais punitivas: duas expulsões por marcador ilegal, e duas equipas expulsas por rosters "ilegais".
A segunda situação por puro desconhecimento das regras, solução sugerida aos afectados, maior policiamento antes para prevenir.

Será sempre viável impor cartões caros mas identificativos, controlo dos rosters, e uma maior dose de trabalho e mão-de-obra, tudo isso com custos.
Possível sim, mas será o ideal aumentar os custos? Quem os paga são os jogadores e equipas isso é certo... Ou que tal lerem as regras e perguntarem a situação em causa antes da prova começar? E todos nos policiarmos? Sempre se poupava tanta miséria e teatro da desgraça ou então estamos mesmo a confrontar uma tentativa de deixar passar, ver se passa, pois se tantas outras equipas e jogadores nos contactam com dúvidas relativas aos rosters, acho que a porta está aberta e sempre disponível para todos.

Enfim, parabéns aos vencedores e às equipas que vieram para jogar.

Até breve

Jaime

16 fps

11 comentários:

Furyo disse...

Epá acho que já chega de bater nos 5man...sinceramente não percebo essa implicância, até porque pelo que se vê e ouve são os "prós" que mais cenas e protestos fazem acompanhados de palavras pouco próprias e atitudes deploráveis...mas enfim.

Parabéns ao Paintball nacional que parece definitivamente lançado para voôs cada vez mais altos, dentro e fora.

Planeta Redondo disse...

Planeta Redondo disse...
Boas Furyo

Mas onde é que tu lês algum tipo de implicancia em relação aos 5man?

As equipas de 5 homens são o futuro do nosso desporto, ninguém no seu juizo depreciaria as Divisões de 5man.

Não queiras descobrir sentidos onde não existem, e lê com atenção as palavras de quem começa a merecer muito respeito.

Boa sorte

SIMPLES JOAGDOR "que leu as regras antes de começar a jogar PAINTBALL" disse...

E que tal as EQUIPAS DE ARBITRAGEM irem para campo a saber as regras, critica-se que os jogadores não as sabem e estão a jogar, e os arbitros??? não são eles que tem que aplicar as regras??? e como é isto possivel se NÃO AS SABEM, e não falo de equipas amadoras de 5 mas sim equipas do escalão PRO pq não basta aplicar 1 por 1 ou 3 por 1 mas sim SABER as regras (pricipalmente os ARBITROS) é lamentavel que isto aconteça (não se é arbitro só pq se é jogador mas sim pq se conhece as regras).

E já agora para que serve o CT da LPP ?? se os arbitos erram é para isso que o CT esta la para repor a verdade. não é um arbitro que joga á nem um ano que diz que viu o que não viu( o que +-20 pessoas "jogadores de varias equipas" NÂO viram) e o CT não questiona o arbitro em questão para saber o que se passou!!!!!!!

FLAME ON..........

MUAHHHHHHHHHHHHHHH

Ulisses Carvalho disse...

Boa Tarde,

Eu sou um jogador completamente neutro nestas situações pois não pertenço a qualquer equipa. Dizes que não existe qq tipo de implicação com as equipas de 5 e pedes para lerem bem o que está escrito?

Deixo aqui uma excerto do texto publicado: Era engraçado ver a maior parte destes jogadores, especialmente os que jogam no formato de 5 man, serem de repente confrontados com uma prova do Millennium Series e as mais severas regras e decisões, mas como provavelmente muitos não tem estofo ou dedicação, e não perdem tempo a ler regras uma vez num ano, também certamente nunca vão passar por voos mais altos que a L.P.P..

Isto foi dito directamente ao pessoal que joga a 5.

Eu ainda sei ler escrever e compreender Português, mesmo que ás vezes cometa alguns erros, mas este não é o caso de ser um erro de compreensão. É que não podia ser mais explícito.

e já agora HERRAR É UMANO.

1 ABRAÇO

Planeta Redondo disse...

Boas Flame On

-> E que tal as EQUIPAS DE ARBITRAGEM irem para campo a saber as regras, critica-se que os jogadores não as sabem e estão a jogar, e os arbitros???

Os árbitros também são jogadores…

-> não se é arbitro só pq se é jogador mas sim pq se conhece as regras

Infelizmente neste desporto ainda estamos algo distantes desse patamar.

É-se arbitro porque:

- Estar a pagar a equipas de arbitragem independentes iria encarecer demasiado os eventos.

- Acaba por dar jeito ás equipas repousarem os bolsos em determinada altura do ano.

- As pontuações pelas arbitragens na LPP são altamente lucrativas em termos de classificação geral.

Obrigado pelo comentario.

Planeta Redondo disse...

Boas Ulisses Carvalho

A minha leitura do texto do Jaime:

Era engraçado ver a maior parte destes jogadores, especialmente os que jogam no formato de 5 man, serem de repente confrontados com uma prova do Millennium Series e as mais severas regras e decisões,

Em Portugal somos demasiado condescendentes com as equipas de 5 homens. O nosso sentido de proteccionismo acaba por gerar jogadores mal habituados. A frieza com que seriam tratados em qualquer Millennium Series seria muito positiva para que aprendessem a valorizar o trabalho da “prata da casa”.

mas como provavelmente muitos não tem estofo ou dedicação, e não perdem tempo a ler regras uma vez num ano, também certamente nunca vão passar por voos mais altos que a L.P.P..

Sim, é absolutamente verdade, especialmente nos que jogam no formato de 5 homens.

Onde é que está a implicação?

1 abraço

Ulisses Carvalho disse...

Boa tarde

A questão não passa se protegemos os 5man ou os 7 man. O comentário que fiz apenas diz respeito quando tu dizes que: "Mas onde é que tu lês algum tipo de implicancia em relação aos 5man?"

No texto realmente existe uma implicação com as equipas de 5man. Agora se são protegidas ou não a mim não me interessa estar a discutir. eu apenas estou a discutir se existe algum tipo de implicação com equipas 5man no texto. E sim existe, essa implicação está lá.

Eu já arbitrei jogos de 7man e de 5man por várias vezes. Eu não facilitei a ninguém, embora tenha estado com mais atenção nos jogos de 7 man, porque assim o exige, do que 5man, mas não era por isso que deixava de aplicar as regras. digo também que neste momento no nosso país são poucas as pessoas que sabem como e quando aplicar as regras, tal como existem muitas que nem as regras sabem, nem se esforçam em lê-las. Isto é como tudo, uns queixam-se que os árbitros não sabem as regras, outros queixam-se que os jogadores não sabem as regras. É a eterna discussão entre o Bem e o Mal.

Se tenho sugestões de como as coisas devem ser feitas, claro que tenho. Se são exequíveis? Com algum esforço e dedicação são. Em relação a elas falaremos por outros meios caso te interessem.

1 abraço!!!

E parabéns pelo teu blog!!!

KTeixeira disse...

boas eu fui um dos jogadores envolvidos e poor causa disso a Xteam foi desclassificada...sabia da regra de no proprio ano não se poder mudar de escalão e só lá fui para rodar com a malta...tive um ano parado e tenho quase 10kg a mais,as regras podiam ser mais flexiveis...por exemplo num tribunal...existe o codigo civil e outros codigos e depois de averiguada a situação é que se exerce uma sanção por isso dependendo da gravidade...tal como a historia que eu disse ao jaime, todos os dias pegamos no nosso carro e mesmo assim não sabemos o codigo da estrada de tras para a frente e maior parte das vezes andamos sempre fora das regras.

Sanção poderia ter existido mas a meu nivel tirarem pontos ou qq coisa...agora desclassificar uma equipa inteira por uma coisa que nem foi por mal, por que logo pela manha eu fui inscrito e assinei a folha aí deveria ser uma pena mais leve a ser aplicada.

Anónimo disse...

Paulo Jacob

Eu fui um dos jogadores envolvidos numa das expeulsóes de equipa

O CT. ou melhor um dos elementos do CT., foi questionado com a situação de estarem elementos de outra equipa a arbitrar, para compensar outros que não podiam vir nesse dia, mas que estariam presentes no Domingo.

A resposta desse elemento do CT. foi " WHAT EVER ...", e no Domingo aconteceu o que tentamos evitar, é pena

PAULO JACOB

Anónimo disse...

Já que isto me toca, visto a pessoa que está a ser referida como elemento do CT ser a minha pessoa (Jaime Menino) vamos lá à lavagem de roupa suja:
-Primeiro não sou elemento do CT. Nem nunca o fui, informo todas as pessoas sobre as questões que me colocam.
-Segundo, informei via telefone na quinta feira antes, no fim de semana antes em conversa, e em prévias conversas telefónicas sobre as regras da arbitragem, supostos saltos de elementos e ajudas de elementos das duas equipas no serviço de arbitragem. Depois de tanto trabalho e chatice a única coisa que me serve de comentar quando tenho de por um campo e uma prova a correr porque uma das equipas irresponsavelmente não trouxe os elementos todos para arbitrar me vir à última de hora com essa questão, apresentada da seguinte forma, "alguns elementos da equipa 2 vão ajudar a equipa 1". É mesmo "whatever" eles podem pelas regras arbitrar, claramente não podem é no dia a seguir jogar, parece que andam a brincar com o trabalho dos outros e não tem respeito pelo mesmo.
E aqui encerro o meu comentário que poderia abordar que as regras existem para todos.
Eu tento de todas as formas amenizar e tentar fazer as coisas correr (PROVAS para todas equipas, não um "passeio" agrável para uma equipa), infelizmente cada vez mais está tudo a ficar outra vez mal habituado e a só olhar para o seu umbigo, talvez sejam sinais da mudança que infelizmente ensobrará sempre o futuro.
Quando alguns dão um braço e outros dão uma mão é mau sinal.
Se as regras são árduas e as decisões são dificeis de compactuar, deixo outro comentário sarcástico "Temos pena"...
Jaime Menino

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.