março 09, 2006

Os TROLLS


Os TROLLS

David Mourato, capitão da mais promissora das novas equipas portuguesas, abre-nos a porta ao Clã dos Trolls.

Vocês são uma equipa relativamente recente, mas dentro do actual panorama paintebolistico podemos já considera-los da velha vaga.


1- Como nasceram os Trolls?
Numa viagem de regresso de um jogo dos Renegados, em 2000, entre uma conversa entre o Antonio Santos e o José Santos que decidiram fazer uma equipa para experimentar a competição, falaram com o João Loureiro, Mario Santos e com o Paulo Delgado e assim apareceu a equipa

2- Porquê este nome?
Foram uns longos 3 meses para decidir o nome, cada um fez uma lista, que depois de todas juntas, foram-se eliminando nomes, até que ficou TROLLS

3- O que os levou a lançarem-se no Paintball de Competição?
Todos já jogavam paintball recreativo á muito tempo e queriam evoluir, queriam novas emoções, por isso tentaram uma experiência na competição (eram jovens inconscientes... não sabiam o que estavam a fazer...).

4- Quais as principais diferenças que encontras entre o Pb de hoje, e o de quando começaram a jogar?
Mais equipas e mais competitivo.
A começar nos marcadores, com cadências muito mais altas implica um maior jogo de equipa para se conseguir ganhar.


5- Como avalias a qualidade das nossas principais equipas?
Nacional é boa, a nível europeu esta a começar a dar luta, a nível mundial não tem equipas para o escalão profissional.

6- E a qualidade dos nossos torneios?
Bastante boa, onde a lpp veio dar uma grande ajuda a nível de encontro entre todas as equipas nacionais.

Depois de um começo fulgurante coroado no decorrer da vossa 2ª época com um surpreendente mas brilhante 3º lugar em Division 2 (ex. Amador B) na etapa do Millennium Series disputada no Jamor, os Trolls assumiram-se subindo ao escalão Pro, onde na LPP foram a única equipa a roubar um torneio aos 5 de paris.

7- Qual foi o vosso zénite?
Internacionalmente foi esse Millennium no Jamor em 2003, nacional na LPP a prova de Vila Nova de Mil Fontes.

8- E qual foi o vosso pior momento?
Existe sempre quando perdemos um jogo contra uma equipa comprovadamente menos experiente e mais fraca, como alguns jogos de div3 nos Millenniums.

Esta época os resultados têm sido mais modestos, tanto na LPP como no OLX.

9- A que se deve este abaixamento na eficácia dos Trolls?
Tivemos entrada de elementos novos na equipa. Falta afinar alguns detalhes, sobretudo algum entrosamento interno. Quatro pessoas novas e a adaptação que isso implica. E claramente o aumento de competitividade e qualidade das equipas.

10- Quais foram os objectivos nacionais a que se propuseram no inicio da época?
Ganhar todas as provas em que participamos e sobretudo nos divertirmos.

11- Parece-te que se exige demasiado aos Trolls, que ainda são uma equipa em fase de crescimento?
Não, acho que temos uma equipa para isso e muito mais não nos pressionamos muito abertamente para alguns dos objectivos traçados, tentamos procurar alguma modéstia mas se calhar é isso que nos afecta algumas vezes. Sobretudo também nos falta consistência de jogo para jogo.

12- A base dos vossos treinos é: …
Treinar treinar treinar. Só assim se chega a algum lado. Simular situações de jogos onde estejamos fragilizados. Neste momento também treinamos uma hora semanal com reball, e treinamos praticamente todos os fim de semanas livres de prova.

13- Vocês são das (infelizmente muito) poucas equipas que exercita os músculos antes do início das provas. O aquecimento é de facto um acto importante no rendimento das equipas ou apenas uma precaução muscular?
Ora ai está uma bela pergunta. Espero ver outras do género.
Muito importante em ambos os casos. Em primeiro lugar queremos estar prontos para obter o rendimento máximo dos músculos. Em segundo, se o músculo não estiver preparado para sofrer as grandes tensões a que são submetidos durante um jogo de paintball, as hipóteses de existirem lesões são muito maiores e não queremos isso.


Alcançaram recentemente um 2º lugar na Liga de Madrid, com duas derrotas (Madrid e Estrondo) apenas superados pelos bastante experimentados Madrid Nightmare.

14- Resume-nos a vossa prestação nesta 1ª jornada… Satisfeitos com o resultado final?
Não, o segundo lugar não é nosso objectivo, sabemos que temos um trabalho difícil, e já estamos a trabalhar para o superar.

15- A aposta internacional vai até onde? Toda a Liga de Madrid? Todo o Millennium e em que Division? Orlando? Mais provas internacionais?
A aposta internacional vai até onde podermos ir. Toda a liga de Madrid, todos os Millennium era uma hipótese, mas não há orçamento para tanto. Vamo-nos ficar por 3 ou 4 dos 5, preferencialmente em div1.
Sim, claro.. Orlando é uma possibilidade... só faltam patrocínios, porque neste momento, despesas de viagem, alojamento, deslocações, sai tudo do nosso bolso.


16- O que achas-te da qualidade do Paintball de nuestros hermanos?
Inferior à nacional. Mas tivemos melhor aceitação de uma equipa portuguesa do que estávamos a espera.

17- E a capacidade organizativa dos nossos vizinhos?
Fiquei surpreendido pela capacidade de organização da Liga de Madrid, nunca pensei que conseguissem terminar um dia de prova com 10 jogos por equipa, a meio da tarde, ainda com o dia cheio de sol. O único handy cap foi o de cada divisão jogar em apenas 1 campo, que facilita o não atraso de jogos.

Os Trolls diferenciam-se dentro das redes por um fair play exemplar, um conhecimento das regras invejável, e uma impetuosidade muito bem direccionada.

18- Existe um código de conduta específico para se ser um Troll?
De acordo com o artigo 13 do cct, não. O fair play acima de tudo, o prazer de uma vitória honesta é um prazer inigualável, e nos tempos correntes é cada vez mais difícil.

19- Como caracterizas o vosso jogo?
Caracterizo ofensivo, mas não é tão fluido como gostaríamos que fosse.

20- O que vos falta para atingirem o numero 1?
Regularidade, e não desmoralização por maus resultados...

21- É possível parar os Estratego Damage no OLX? Como?
Claro. Isso queriam eles saber, vão ter que esperar ate ao próximo :p
Mas já o fizemos algumas vezes.


22- Pódio final na LPP ?...
O objectivo é ganhar.
Vamos ver como corre o resto da LPP, mas vamos fazer tudo (excepto batota) para lá chegar.

Soltas…

23- Quem é o David Mourato fora dos campos de Paintball?
Empresário export-import.


24- E dentro dos campos?
Midgets live longer (malta pequena vive mais tempo).

25- Qual a regra mais absurda no nosso desporto?
Sair com um tiro! deviam continuar a jogar ate serem atingidos a menos de 1 metro de distância e dizer... 'ai' :p
Mas pode-se dizer braçadeiras e linhas laterais. E não conhecimentos das regras.


26- O teu primeiro ídolo paintebolistico ?
Ídolos não tenho, mas pela afinidade aos trolls, o Thomas Taylor (XSV).

27- Ramping, contra ou a favor?
Nos escalões de topo pode ser irrelevante, mas nas categorias mais baixas não estou de acordo.

28- Para ti que não limpas, o que te parece a atitude de quem limpa?
Para nós ganhar com batota não tem valor. No princípio tentávamos fazer perceber isso as pessoas, mas com tanta batota, preferimos estar bem com a nossa própria consciência...

29- Algo que realmente te tire do sério?
A minha equipa não estar concentrada.

30- Que pergunta gostarias que eu te fizesse e a sua resposta?
Federação?
Seria muito benvinda.

Compensa o investimento que fazemos actualmente para fazer 30 minutos de jogo por torneio?
Um novo formato como o Xball era bem. Claro que tem investimentos, implicações monetárias e físicas, que teríamos de as superar.


A melhor das sortes para as próximas batalhas.

Obrigado.

16 fps

1 comentário:

José Santos disse...

É Mário Santos (acho que ainda capitão dos Lvsos) e não João Santos. Na altura (ou pouco depois), o André Clemente ainda foi convidado, mas não aceitou ;) .